A Corrupção é cultural?

O Brasil é um país onde a corrupção parece estar arraigada nas pessoas. Não são apenas os políticos que cometem atos corruptos, porque as pequenas corrupções do dia a dia também são provas de que o povo brasileiro, em sua maioria é corrupto.

A corrupção consiste em levar vantagem sobre algo em detrimento de outras pessoas. Ou seja, está em buscar meios de ganhar algo para nós, sem nos preocuparmos se essa ação vai prejudicar alguém.

Furar a fila, por exemplo, é um ato corrupto, porque então estamos levando vantagem sobre as demais pessoas que estão na mesma situação. E como é tão natural alguém cometer atos assim durante sua vida, será então, que a corrupção é uma questão cultural?

A corrupção faz parte da cultura de todos nós?

A corrupção existe em função dos incentivos que a pessoa percebe ao seu redor e também de valores vividos em sociedade. Partindo desse princípio o que podemos entender é que uma pessoa comete um ato corrupto por que vê mais vantagem nisso do que agir da maneira certa, e também porque a sociedade na qual ela vive não se importa tanto com essa postura.

De acordo com a organização Transparência Internacional, há países onde a corrupção está mais arraigada do que em outros. E os níveis de corrupção são divulgados por ela no mapa Índice da Percepção de Corrupção.

O que se percebe nesse mapa é que a grande maioria dos países do globo apresenta a cultura da corrupção em níveis altos. E não estamos falando sobre politica, mas sim do povo de um modo geral.

As pesquisadoras Abigail Barr, da University of Nottingham, e Danila Serra, da Southern Methodist University, estudam o comportamento corrupto das pessoas por meio de um jogo. Nesse jogo elas simulam situações onde as pessoas podem pagar propina para obter vantagens de agentes públicos.

E o resultado que elas observaram foi que quanto mais corrupto for o país em que a pessoa nasceu, maiores as chances de ela pagar propina para alguém. Isso indica que a corrupção é sim algo cultural.

Por perceber que ninguém se importa com essa atitude, que é tida como corriqueira e não vergonhosa, então as pessoas que cresceram em sociedades corruptas agem de forma corrupta.

É possível mudar isso?

Se a corrupção é um aspecto cultural, então, por meio da educação ela pode ser modificada. Tanto isso é verdade que na mesma pesquisa das estudiosas citadas elas perceberam que as pessoas vindas de países corruptos, mas que vivem há algum tempo em países menos corruptos, apresentam menores chances de pagarem propinas.

Assim, a convivência e troca cultural entre eles e indivíduos não corruptos faz com que mude a sua postura. Afinal, estando numa sociedade que condena esse tipo de atitude, os corruptos então não cometem o erro para não serem desprezados.

A questão da corrupção, então, é cultural e somente mudará quando a sociedade mudar também, o que parte de cada um. Não cometendo e condenando atos corruptos de qualquer porte, bem como educando as crianças e jovens para que eles aprendam uma cultura diferente desde cedo, fará com que erradiquemos a corrupção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *